ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicado em 30/12/2017

 

Nota de esclarecimento sobre a coleta do lixo

 

A prefeitura de Rolim de Moura (RO) vem perante os usuários do serviço público de coleta de resíduos sólidos esclarecer:

 

1 – A empresa responsável pela coleta e transporte dos resíduos sólidos (lixo), está trabalhando com 100% do efetivo;

 

2 –  A equipe de Garis retornou ao trabalho no dia 22 de dezembro, porém nos dias 24 (domingo) e 25 (Segunda) o Aterro Sanitário, que fica localizado na cidade de Cacoal não abriu, o que ocasionou um grande acumulo de lixo em toda a cidade;

 

3 – O contrato entre a Empresa e o Município é de apenas 02 caminhões diários para a coleta de lixo. Diante do exposto, a empresa colocou 03 caminhões para realizar a coleta;

 

4 – A Empresa informou para a Administração Municipal que está realizando a coleta diariamente e que a equipe está trabalhando 10 horas por dia para recolher a grande quantidade.

 

5 – Segundo a empresa ao coletar lixo em 02 ruas, dá a carga de 01 caminhão, precisando ser levado ao Aterro Sanitário em Cacoal. São 06 caminhões por dia carregados de lixo recolhido em Rolim de Moura.

 

6- Para agravar ainda mais a grande quantidade de lixo acumulado na cidade, o Aterro Sanitário não irá funcionar nos dias 31 de dezembro, 01 e 02 de janeiro (feriados), o que deverá ocasionar um grande acumulo de lixo em toda a cidade.

 

7 - Desde o ano de 2015, mais precisamente quando o Prefeito Luiz Ademir Schock assumiu a gestão, já haviam três (03) meses de atraso no pagamento da coleta de resíduos sólidos (lixo), transporte e aterro (destinação final na cidade de Cacoal);

 

8 - A Administração Municipal vem mês a mês tentando realizar o pagamento dos débitos vencidos e os débitos futuros dos serviços realizados pelo Consórcio Intermunicipal;

 

9 - Vale ressaltar que o município gasta em média mensalmente, R$ 200 mil reais na coleta, R$ 33 mil no transporte e R$ 100 mil no aterro, por ano o valor é de aproximadamente de R$ 4 milhões de reais;

 

10 - O Município cobra a taxa de coleta de resíduos sólidos “Taxa de Lixo”, o valor lançado para receber dos contribuintes chega na casa dos R$ 4 milhões, porém apenas 40% da população honrou com o compromisso e quitou o débito da taxa de lixo;

 

11 - Infelizmente com apenas 40% da arrecadação o município enfrenta dificuldades em honrar o compromisso junto ao Consorcio Intermunicipal. Fato que acabou ocasionando a greve dos trabalhadores (garis);

 

12 - A paralisação dos serviços de coleta de lixo não foi exclusivamente do Município de Rolim de Moura. Segundo o Consorcio, os profissionais da coleta também paralisaram as atividades nos outros municípios em que o consorcio presta serviço;

 

13 -  Reconhecemos que a grande quantidade de lixo está trazendo transtornos aos munícipes e pedimos a compreensão de todos,   informamos que nos próximos dias essa situação estará regularizada para podermos dar o atendimento merecido e desejado pela população;